quinta-feira, 28 de junho de 2018

Da vida...

Em primeiro lugar quero agradecer a quem acedeu ao meu pedido anterior. O Rafael nunca soube de onde vieram os novos seguidores mas ficou muito contente. Infelizmente nem sempre tem tempo de actualizar a conta frequentemente mas vai fazendo quando pode.

Novidades...
Finalmente acedi ao pedido do meu filho e comprei uma bicicleta em segunda mao para mim e agora temos aproveitado os dois para dar umas voltas pelos parques aqui da zona. Tem-me feito bem...

A minha saude finalmente voltou ao normal e neste momento ja so anseio pelas ferias... que venham logo para poder descansar e dormir um pouquinho mais...

Para finalizar tenho um computador novo e como tal nao tenho acentos a escrever em portugues... se souberem de alguma solucao avisem que detesto dar estes erros...

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Pedido

Hoje venho pedir um favor. O meu filho fez uma conta no Instagram para o nosso gato e todos os dias vai ver se tem novos seguidores. Para ele isto é muito importante por isso se puderem dêem uma espreitadela na página e se gostarem seguiam. Obrigada

https://www.instagram.com/theonlyteddythebear/


quarta-feira, 30 de maio de 2018

Preocupações...

No último post contei-vos que não andava muito bem e que tinha estado meio adoentada. A verdade é que as coisas não andam bem. Ainda não sei o que tenho. Ando a fazer exames mas sinto que algo está mal e isso deixa-me muito ansiosa e preocupada.
Tenho tentado passear e aproveitar os dias bonitos de sol. Tenho ido ao parque, andar a pé, conversar com o meu filhote e sobretudo distrair-me. Não é fácil e se um dia até corre bem o outro nem tanto e sinto-me super irritativa com as mais pequenas coisas.
Esta semana estamos de férias e nem isso me ajuda a concentrar nas coisas boas... por vezes só me apetece ir para o colo da minha mãe e esperar que tudo corra bem... é tão dificil estar longe, principalmente quando as coisas não estão bem...

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Estou doentita...

Já nem me lembrava há quanto tempo não ficava doente... na quarta-feira ao final do dia comecei a sentir uns calafrios mas achei normal visto que a temperatura desceu bastante. Mas quando cheguei a casa e só me apetecia ficar de casaco vestido e embrulhada num cobertor percebi que algo não estava bem. Tinha febre! Passei uma noite horrível como não tinha há anos com febres a chegar aos 39ºc. Claro que ontem fiquei por casa e depois de passar a manhã na cama decidi ir ao médico. Apesar de ter sido examinada e feito análises não descobriram a razão da minha febre. Tudo está normal! Eu não sou uma pessoa de ter temperaturas altas e normalmente a minha temperatura corporal normal é baixa do tipo 35,5ºc por isso isto deixou-me bastante em baixo. Felizmente desde ontem à noite a febre parece ter ido embora mas por precaução aqui estou eu em casa, sozinha para não ter nenhuma recaída...

sábado, 21 de abril de 2018

Pastéis de nata

Depois de um dia atarefado nada como passar no novo supermercado que abriu à porta de casa e lambuzar-me com um pastel de nata... agora aqui à porta de casa é que vai ser lindo...

P.S. só me lembrei de tirar a foto depois de me lambuzar ahahah

domingo, 15 de abril de 2018

De volta a Londres

E as férias acabaram e já estamos de volta à nossa casa em Londres.
A viagem decorreu com algumas peripécias e acabámos por chegar a casa muito mais tarde do que era suposto. Estava de rastos, cheia de dores de cabeça e apesar de esfomeada acabei por me deitar sem comer após largar as malas no meio da sala...
Hoje descansámos bastante e depois fomos buscar o Teddy ao hotel dos gatos onde ficou durante as nossas férias... O gato deve ter estranhado estar lá e acabou por emagrecer 300gr mas já comeu bem aqui em casa e está feliz a dormitar na cama do Rafa.
Passei a tarde a arrumar as quatro malas que trouxe de Portugal, roupa para lavar no cesto, comida arrumada na despensa (porque aproveito para trazer sempre iguarias que gosto), roupa lavada pronta para ser passada a ferro e outra arrumada nas gavetas.
O Rafael já esteve a acabar os trabalhos de casa que tinha para fazer durante as férias e daqui a pouco vamos jantar e cama que amanhã volta tudo ao normal e lá vamos acordar cedo outra vez...
As férias foram boas mas também é bom regressar a casa e à rotina... e eu já estava com muita vontade de regressar à minha casa.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Mudança de visual

Nunca fui muito aventureira no que diz respeito a mudar o visual, especialmente o cabelo... lembro-me de ter chorado baba e ranho quando era nova e vi o meu cabelo comprido a desaparecer quando tinha pedido para apenas cortar as pontas e essa má experiência nunca ajudou a tentar algo mais arrojado.
A minha mãe tem uma cabeleireira de confiança e da qual eu também gosto e que sabe ir de encontro ao que pretendo. Assim quando marquei a viagem de férias a Portugal decidi que iria fazer uma mudança de visual. Queria fazer umas madeixas e cortar um pouco mas continuar a ter um cabelo longo, para fazer apanhados e fácil de pentear de manhã. Hoje foi o dia...

Aqui está o antes e o depois. E que tal?

domingo, 8 de abril de 2018

Negociações


No final de Março recebi um email dos meus senhorios relativo ao aumento anual da renda... Apesar da minha casa só ter um quarto gosto imenso da área, dos vizinhos e da casa. Sinto-me ali muito bem e por agora não tenho vontade de sair. Mas também não me apetece apenas aceitar os aumentos sem tentar a minha sorte pois estamos ali há quase dois anos e nunca demos problemas aos senhorios.
Apesar de muitas vezes pensar em mudar-me e sair de Londres para uma zona mais pacata este não é de todo o momento ideal... O Rafa é a minha prioridade e neste momento, pelo menos mais um ano, o Rafa tem que se focar na escola e nos exames que se vão aproximar no final do próximo ano. Depois dependendo do que ele queira fazer em relação aos estudos se equaciona ou não a mudança. Com isto em mente resolvi tentar a minha sorte com os meus senhorios... Ontem foi o dia... lá expliquei que compreendo que eles precisem de aumentar o valor da renda mas que o aumento proposto seria bastante para mim neste momento por isso gostaria de negociar esse valor. O meu email foi muito bem recebido e a resposta positiva. Vai apenas aumentar 2% o que é um valor muito bom! Afinal vale a pena tentar sempre a nossa sorte.

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Conduzir em Portugal VS Reino Unido

Muito antes de pensar em emigrar ouvia notícias de pessoas que entravam nas autoestradas em sentido contrário e não entendia os enganos... sem as conhecer julgava o porquê...
Depois emigrei para Londres e fez-me confusão olhar para o lado contrário nas estradas quando queria atravessar a rua... sem saber muito bem como lá me adaptei e comecei a conduzir e a ter que usar a mão esquerda para mudar as mudanças no carro... foi estranho mas lá me adaptei...
Entretanto há cerca de 2 anos atrás vim de carro a Portugal e sem saber como fiz uma rotunda toda em sentido contrário!!!!
Desta vez o meu filho bem me avisou para ter cuidado... no entanto aqui a condutora perigosa já entrou numa rua na faixa errada (a sorte é que não havia nem carros nem policia à vista) ufa.
Tenham cuidado e se virem um carro no outro lado da estrada sou eu! Fujam...

quarta-feira, 4 de abril de 2018

A minha casa...

Chegámos a Portugal segunda-feira à noite. A alegria de ver os meus pais, irmã, sobrinhos e cunhados foi grande...
Desde que chegámos que tenho estado na casa dos meus pais e só agora tive coragem de ir à minha casa. Entro naquela que um dia foi a minha casa e hoje quase nada me diz... restam as recordações, alguns móveis (os poucos que não foram vendidos), loiças e pouco mais... tudo vazio...
Existe em mim uma tristeza por outrora ali ter vivido, por aquela ter sido um dia a minha casa... hoje já nada me liga ali...
É estranho, parece irreal... e embora no meu coração sinta que a minha verdadeira casa está em Londres ao mesmo tempo sinto este vazio... de uma casa vazia... que já nem me apetece visitar...

sexta-feira, 30 de março de 2018

Férias

Ontem foi o último dia de escola e de trabalho, finalmente! Aconteceram tantas coisas neste último mês que já estava mesmo a precisar de parar e descansar.
Hoje e amanhã vamos fazer as malas e deixar tudo pronto para a nossa viagem a Portugal. Desta vez vai ser um grande desafio e a viagem vai demorar bastante mas foi a única opção para poder ir a Portugal nestas férias.
Um merecido descanso nos aguarda.
Feliz Páscoa a todos os meus leitores.

terça-feira, 20 de março de 2018

Sissi

No passado dia 15 de Março recebi uma noticia que me deixou muito triste. A minha gatinha morreu.
Chorei muito. Chorei porque me senti triste de a ter perdido, triste por não ter estado ao seu lado nos últimos momentos da sua vida, triste porque nunca mais a vou ver, dar festinhas, alimentá-la... triste e culpada por a ter abandonado. Por ter vindo para um país distante e a ter deixado em Portugal. Revoltada porque tinha a esperança de a voltar a ver nestas férias da Páscoa porque estamos quase a ir de férias a Portugal...
Estes dias têm sido dificies... porque vejo o meu filho triste e a chorar e não sei como o consolar. Para ele está a ser a primeira vez a lidar verdadeiramente com a morte. Quando era pequeno (cera dos 6/7 anos) eu perdi os meus avós e mais tarde o nosso cão Max mas o Rafael era pequeno e na altura não pareceu entender muito e não sofreu por isso. Agora já com 14 anos está a sofrer, está triste e a fazer o luto do seu animal de estimação. No inicio pareceu estar bem mas com os dias a passar consigo ver o meu filho a chorar, triste e sem saber como lidar com a situação.
Já chorámos juntos, já nos abraçámos e rimos das nossas memórias... já falámos como vai doer voltar a Portugal e não a ver... Hoje chegou da escola lavado em lágrimas. Combinámos fazer um livro de memórias para o ajudar a lidar com a perda. Fomos comprar um caderno, stickers e cola para começarmos o livro. Já escolhemos fotografias da Sissi para imprimir e colar e vamos escrever as memórias que temos com ela.
Também mandei vir do Ebay um livro para o ajudar a perceber os sentimentos relativos à perda e morte de um ser querido.
Só espero conseguir ajudar o meu filho a superar esta dor e a lidar com ela.